31.3.15

Entre Amigas: Relacionamentos

Já faz tempo que planejo postar nessa categoria um bate-papo com as minhas amigas, tenho um grupo no Whatsapp que se chama "Nós 3" e dele participam a Joana, a Ana Carolina e eu. Papo vai, papo vem, quando vimos estávamos falando sobre relacionamentos e a conversa foi para um lado bem diferente das conversas diárias. Achei tão legal que logo pensei "Eu tenho que postar no blog!" e bom, aqui estamos nós. Have fun!

1) Até onde vale expor o seu relacionamento na internet?

Ana Carolina- Acho que a exposição tem que ser bem moderada pra ser saudável. Na minha opinião ninguém precisa ficar se declarando em público o tempo todo pra provar que ama.

Ana Lu- É como dizem: "Não grite sua felicidade, pois a inveja tem sono leve". Acho UÓ casal que posta TUDO nas redes sociais, mas cada um é cada um... Tem que ter o famoso "semancol".

Joana- O mínimo possível! Não há necessidade de mostrar a todo o instante o quanto você vive em um relacionamento lindo, perfeito e saudável! Até porque, nem sempre é assim que funciona.

2) Em relação as redes sociais, o que não se pode fazer de jeito nenhum após o término?

Ana Carolina- Acho meio desnecessário esse exibicionismo que a maioria das pessoas faz quando termina um relacionamento, parece que está se colocando em uma vitrine como forma de mostrar pro outro que "partiu pra outra". Sair para a balada durante todo o fim de semana é uma boa pra esquecer (caso seja uma coisa que você goste), mas não precisa ficar querendo mostrar pra todo mundo... 

Ana Lu- Postar mil fotos na balada com frases de desapego está no topo da lista, em segundo são as indiretas, devia existir um app que bloqueasse todas as redes sociais quando um dos dois estivesse escrevendo as DIRETAS, porque de indireta não tem nada e todo mundo sabe para quem é. 


Joana-  Sem dúvida, postar mil fotos por dias com frase de auto ajuda é furada! Ninguém fica super feliz e super de bem com a vida depois de um término, né?! Você pode muito bem sair, aproveitar, conhecer pessoas novas, mas não precisa colocar tudo o que você faz nas suas redes sociais!


3) No quesito "stalkear" (vigilância exacerbada que uma pessoa faz a outra), até onde isso é saudável?

Ana Carolina- Stalkear não é saudável. Normalmente nós não "stalkeamos" quando está tudo bem, então se não tem algo que atinja você, sua mente vai dar um jeito de arranjar.

Ana Lu- Fuçar o celular um do outro, para mim, é inadmissível. Não vale também ficar "stalkeando" a ex, isso só faz mal para o relacionamento. Eu tinha uma amiga que fazia isso e reclamava caso o namorado dela (que agora é ex) não fizesse algo que ele fazia para a ex. Sem noção total! Cada namoro é um namoro.

Joana- Acho que o "stalk" nunca é muito saudável! Ou você vai "stalkear" aqueeeeela pessoa que você não gosta só pra dar umas boas risadas (e mandar print pras amigas, hahahaha), ou você vai "stalkear" quem te deixou com uma dorzinha de cotovelo. Apesar de todo mundo fazer isso (quem nunca?), não é algo que deveria fazer bem pra ninguém!

4) É amor ou é apego? Sobre quem termina e volta sem nem dar uma chance para viver algo novo e superar.

Ana Carolina- Eu acredito que na maioria das vezes é apego. A pessoa nem se dá o tempo de conhecer novas possibilidades ou de sofrer. Sofrer é necessário, é algo que acontece, mas passa... Lógico que tem algumas exceções, né?!

Ana Lu- MUITA gente confunde amor e apego, é completamente normal sentir falta do seu (sua) ex, mas é necessário primeiro ter consciência do momento de dizer "chega" e terminar o relacionamento, e em segundo desapegar, desapegar das coisas ruins, das mágoas e ressentimentos. Respeite o seu momento de "fossa", você precisa sofrer para superar. Ninguém esquece alguém em 1 semana ou 1 mês, não volte por apego, dê tempo ao tempo.

Joana- Sem dúvida, a maioria é apego! As pessoas hoje em dia tem medo de ficar sozinhas. Já vi muita gente se privar de tentar algo novo, e que sempre acaba voltando para o ex, já vi gente que viveu outras experiências, mas o coração falou um pouquinho mais alto e voltou pro antigo relacionamento (se é amor ou apego, aí eu já não sei).

5) Qual o pior tipo de relacionamento? Namoro iô-iô, ímã, liberal, troféu, UFC, possessivo...

Ana Carolina- Olhando os relacionamentos de fora, o "troféu" eu acho o tipo de relacionamento mais frustrado, mas pra quem vive acho que o "iô iô" é o mais sofrido.

Ana Lu- Namoro iô-iô, UFC e possessivo estão entre os piores. Não tem coisa mais desagradável do que casal que só briga, não importa a situação ou local. Namorado (a) controlador e sem noção, que vê maldade em toda amizade é insuportável!

Joana- O UFC! Brigas demais acaba desgastando o relacionamento, e acaba sendo sofrido para ambas as partes.

6) Top 5 frases que mais ouvimos quando acabamos um relacionamento


Ana Carolina
1. "Ele não te merecia" 
2. "Tens muito que curtir a vida ainda"
3. "Ele não era o cara certo pra ti"
4. "Essa dor vai passar"
5. "Há tantos caras legais pra conhecer"

Ana Lu
1. "Você merece coisa melhor"
2. "Deus sabe o que faz"
3. "Uma hora vai aparecer outra pessoa"
4. "Tudo tem um fim"
5. "Calma, você ainda tem amigos"

Joana
1. “Ele não te merece”
2. “Vai ficar tudo bem”
3. “Vais conhecer muita gente legal ainda”
4. “Não era pra ser”
5. “Vamos sair!”



Obrigada pela participação, meninas. O papo foi bom e não vejo a hora de outro encontrinho! 

Sugestões de assuntos são super bem vindas. Comenta aí!

Beijo,

Ana Lu



0 comentários:

Postar um comentário

 
ana lu fernandes - 2016 // voltar para o topo // design + código gbml