8.6.15

Namoro à distância x Morar junto

Iniciando o especial de dia dos namorados trouxe dois temas que envolvem namoro e coração: Namoro à distância e morar junto com o namorado. No post de hoje você confere a Bruna dos Santos e a Amanda Rosso respondendo perguntas sobre assuntos que elas conhecem bem. Let's?

A Bruna já namorou um boy do RJ e vai nos contar as neuras, o lado bom e o ruim do namoro à distância.

Confiança é a chave do relacionamento à distância. Como conquistá-la?

Significado de confiança: Sentimento de quem confia, de quem acredita na sinceridade de algo ou de alguém. Crédito; crença na retidão moral, no caráter e na lealdade de uma outra pessoa. Crença em si mesmo, em suas próprias qualidades.

É como diz o ditado: Todos somos inocentes, até que se prove o contrário. Ou seja, a confiança não é conquistada, ela existe desde o primeiro momento. Então o segredo não é como conquistar, e sim como não perder. E para não perder a confiança de alguém, você precisa ser leal a ela, e mais do que isso, precisa ser sincero, honesto. Sabe a história da folha? Que se você amassar e depois tentar fazer ela voltar ao normal, não tem jeito? É isso... Não amasse a folha.

A distância ajuda ou atrapalha na questão de sentir ciúme?


Ela ajuda e atrapalha. No meu caso, ajudou! Sempre fui muito ciumenta por natureza, e namorar a distância me ensinou a confiar mais em mim e no relacionamento que eu tinha. Claro que, em situações como seu namorado ir pra balada com os amigos solteiros te deixa maluquinha de ciúmes, mas é natural, todo mundo pira com isso (até quem mora pertinho), nesse caso não tinha jeito, ou confiava ou confiava (e claro, pedia pro namo mandar fotinho da balada e de como estava tudo... rsrs, fala sério né, ninguém é de ferro!!!). 

Como conviver com a saudade? Existe alguma coisa que ajuda a lidar com isso?


Hoje em dia com a internet tudo fica mais fácil. Tem Whatsapp, Facebook, facetime... Tudo ajuda! Você pode ligar pra pessoa sempre que sentir saudade, mandar ou receber uma foto fofa no meio dia... Além do que, quando você finalmente encontra com a pessoa, a saudade de estar juntinho faz com que os momentos sejam melhores, e muito mais intensos. Não existe tempo para brigar, discutir relação... Porque o que você quer naquele momento é só matar a saudade do cheiro, do toque, do beijo... Essa é uma das partes mais positivas do namoro a distância.

Em que situação o “olho no olho” faz falta?


Sem dúvidas quando há algum desentendimento. Brigar é muito ruim, e brigar ao telefone, ou por Whatsapp, sabendo que você não vai ver a pessoa no dia seguinte pra poder abraçar e pedir desculpas ou poder socá-la por ser tão idiota (quem nunca hein?), piora toda a situação. 

De namoro à distância a juntar os trapos, a Amanda já passou por poucas e boas e vai dividir conosco suas experiências. Ela tem 18 anos e mora com o seu namorado há poucos meses, antes de se mudar para Florianópolis o Hyago morava no interior do RS. Imagina a saudade?!

Por passarem mais tempo juntos, as brigas aumentaram? Rola DR por deixar a toalha em cima da cama, não abaixar a tampa da privada e aquelas coisas de mãe?


Não sei dizer, como eu e ele tivemos que namorar um tempo à distância, brigar de longe é muito mais difícil de resolver, então não sei se brigamos mais, mas agora resolvemos bem melhor as discussões. E sobre a DR, tem sim! Hahahaha. Não de um jeito extremo, mas, ao morar junto você não vê mais a pessoa só nos momentos bons, só nos finais de semana ou festas, você convive depois do cansaço de um dia de trabalho, da faculdade, e nesses momentos qualquer toalha molhada já estressa muuuuitoo! (Lembrar disso depois é bem engraçado hahaha)

A rotina sufoca? Dormir e acordar com a mesma pessoa todos os dias, ver os defeitos e conviver com as manias de perto faz com que você se arrependa e pense que era melhor ter esperado mais um pouco?


Todo mundo tem seus dias de crise e pensamentos do tipo “era isso que eu queria mesmo?”, mas não acho que sufoque, quando eu pensei em morar junto teve a ver com as circunstâncias de mudança de cidade e tal, mas só tive essa decisão porque realmente senti que queria isso, e depois de muitos altos e baixos ainda senti nosso sentimento real e sólido. Então, por que não? Cada dia que você acorda é um novo aprendizado e novas coisas acontecem, é muito bom poder contar com alguém especial durante essas descobertas.

Por ser tão jovem e morar com o seu namorado, você ouve comentários maldosos e julgamentos? Se sente pressionada pelas pessoas?


Sim!!! Isso é uma coisa que eu ouço muito. Nós vivemos em uma época que - por incrível que pareça – muitas pessoas estão presas a pensamentos, regras e, principalmente padrões! É muita gente se achando no dever de opinar e querer algo diferente na vida do outro sem ao menos perguntar: Você está feliz?

Até porque se me perguntassem, minha resposta seria com certeza: Sim, eu estou muito feliz! E se algum dia eu não estiver, farei algo para ficar feliz de novo.

Para morar junto é necessário...


Conheço muitas pessoas que casam sem realmente morar junto, estar junto sabe?

Morar junto vai muito além de casamento ou amor, sei que isso parece bem clichê mas é verdade, acho que o essencial é a paciência, a compreensão e a amizade.


Agradeço as meninas pela participação e espero que vocês, minhas leitoras queridas, tenham gostado. Vocês passam por uma dessas situações? Têm dúvidas? Deixem nos comentários que eu e as meninas tentaremos ajudá-las!

Beijo,
Ana Lu

1 comentários:

 
ana lu fernandes - 2016 // voltar para o topo // design + código gbml