16.11.15

Made In The A.M: Novo álbum do One Direction

Na última sexta-feira (13), o One Direction lançou o seu quinto álbum, intitulado ''Made In The A.M''. Sem dúvidas, foi o álbum mais aguardado da banda, pois é o primeiro sem Zayn Malik, que deixou a One Direction em março desse ano.


Como directioner que sou (pra quem não sabe ''directioner'' é o nome dado as fãs do 1D), não poderia deixar de fazer um post falando sobre o novo álbum e as expectativas para 2017Sim 2017!! Tudo porque esses lindos (tom irônico) resolveram dar uma pausa de 1 ano. Tudo bem, eu sei que eles merecem e precisam, mas meu coração não sabe lidar com isso. 

Mas vamos deixar essa ladainha de lado e vamos ao tema principal desse post: O novo álbum.

Primeiras impressões

Antes mesmo do lançamento de Made In The A.M, já havíamos ganhado ''Drag Me Down'', ''Infinity'' e ''Perfect'', para termos um gostinho do que estava por vir. Pasmem: Essas músicas não chegam nem perto do que esse álbum realmente é

Zayn era o responsável por nos presentear com suas high notes e ficamos preocupadas em nunca mais ouvir alguma nas novas músicas. Mas Louis e Harry mostram seus talentos e suas high notes incríveis.

O álbum está muito mais maduro e fala sobre sentimentos e histórias reais. Não tem uma música que não toque fundo o seu coração. 

Há músicas feitas para os fãs, que segundo os meninos, foram parte fundamental para que a saída de Zayn não fosse o início do fim da One Direction. Além de haver músicas, que nós fãs, achamos que seja para Zayn. É notável a falta que ele faz para os meninos.

Pra mim o principal sucesso deste álbum é o solo dos meninos, que foi muito melhor aproveitado neste CD. Louis e Niall mostram muito mais suas vozes, e não tem como não se encantar.


Músicas favoritas

É muito difícil dizer quais são minhas músicas favoritas, porque ouço o cd inteiro sem precisar pular uma música. É o melhor álbum de todos os tempos.

Mas, tentarei fazer um TOP FIVE!

Hey Angel: É uma das queridinhas do CD. Tem uma batida super gostosa de ouvir e uma letra fofa. 

Sim, eu te vejo no bar e no fim da minha cama
No banco de trás do meu carro, bem atrás da minha cabeça
Eu não posso evitar de sorrir quando ouço a sua voz
É um lindo som, é um lindo ruído

Never Enough: Posso ouvir essa o dia inteiro. Tem uma pegada muito diferente e dá vontade de ouvir dançando pela casa. 

Eu não preciso de meu amor
(Você pode levá-lo, você pode levá-lo)
Eu não preciso de meu coração
(Você pode quebrá-lo, você pode quebrá-lo)

Love You Goodbye: É a música mais linda do álbum, juro! É minha favorita e eu não canso de ouvir. Ela fala sobre o fim de um relacionamento. É inevitável não sentir uma pontada no coração ouvindo.

É inesquecível, juntos tínhamos o mundo em minhas mãos
É inexplicável o amor que somente nós podemos entender
Sei que não há nada que eu possa fazer para mudar isso
Mas isso é algo que poderia ser negociado
Meu coração está quebrando, querida
Não quero isso esta noite

If I Could Fly: A música é voz e piano. Preciso falar mais alguma coisa? Mais uma música que fala sobre amor, e é aquele tipo de música que você ouve quando está na deprê e quer se afundar ainda mais, sabe?

Eu possuo feridas
Por mais que elas não possam sempre ser vistas
Acho que seja difícil
Mesmo quando eu não sinto nada

Perfect: É a música mais pop do CD, e eu acho ela incrível. Ela ganhou uma versão acústica, que me deixou ainda mais apaixonada. É uma das minhas favoritas, sem dúvida. Além de tudo, tem um dos melhores clipes. 

 

Considerações finais

Estou orgulhosa do resultado deste CD, acredito que é um divisor de águas na carreiras desses quatro.

Agora é esperar 2017 e tour deste álbum aqui no Brasil, né?

Se rolar (e há de rolar), quem eu vejo por lá?

Um beijo cheio de carinho!


SIGA A BRUNA NAS REDES SOCIAIS:
INSTAGRAM | SNAPCHAT: @papodeitsbru



0 comentários:

Postar um comentário

 
ana lu fernandes - 2016 // voltar para o topo // design + código gbml