9.2.17

Se joga no blunt cut

Quem me conhece sabe o apego que tenho ao meu cabelo. Antigamente era assim: Cortar? Nem pensar! Só as pontinhas! 

Isso tem a ver com a época de colégio. Cresci ouvindo que meu rosto era muito redondo. Cresci um pouco mais e continuo ouvindo que nem tudo fica bom pra quem tem o rosto desse formato. Malditos padrões!

Depois de muitos e muitos anos deixei de cortar "só as pontinhas" e comecei a cortar dois, três, quatro dedos. Até que um belo dia acordei e - geminiana que sou - fiz jus a fama de louca, bipolar, que muda de ideia em questão de minutos, e decidi que iria cortar o cabelo. CURTO. Minha mãe e minha cabeleireira não acreditaram. Meu melhor amigo disse pra não cortar. Alguns duvidaram que eu teria coragem. A opinião das minhas amigas eu nem pedi. Senti que era uma decisão só minha e de mais ninguém.

Acontece que por muito tempo eu me escondi a
trás do meu cabelo por vergonha. No auge dos meus 50 kg eu achava que tinha que emagrecer para o rosto diminuir. Um dia entendi que, primeiramente, era um absurdo, e que de nada adiantaria emagrecer, afinal, é o formato do meu rosto. Simples assim.

De uns meses pra cá, finalmente comecei a me libertar dessas paranóias. E como sempre falo sobre me libertar de coisas que me fazem mal, dessa vez não seria diferente. ME SINTO LIVRE! LIBERTA!

Para muitos pode parecer algo simples, mas na minha vida significa - além de não gastar mais duas horas para arrumar o cabelo depois de lavar - deixar a opinião dos outros para trás.

Foto: Amanda Rosso

Quem embarcou nessa missão comigo foi o pessoal do Espaço de Beleza Luciana Rachadel. Cada vez que saio do salão levo comigo um sorriso e o coração cheio de amor.


Endereço: R. São Sebastião, 3890, Santo Amaro da Imperatriz, SC, Brasil. Contato: (48) 32455008.


Bom, depois de abrir meu coração sobre o significado de dar adeus às minhas madeixas, é hora de falar do corte.

Os cabelos médios estão cada vez mais bombados e se mantêm na lista dos pedidos não é de hoje. As celebs abraçaram a ideia e em pouco tempo os cortes tanto acima quanto um pouco abaixo dos ombros, como é o meu caso, foram para as ruas.

Faz tempo que abandonei o repicado e mantenho o meu corte com as pontas beeeem retas, levemente alongadas na parte da frente.

Anota aí: Long bob, a-line e blunt cut são os cortes mais pedidos do momento.


O a-line tem como característica principal a base reta. Já o blunt cut é reto e com o comprimento na altura dos ombros. Bem minimalista, o corte não possui camadas nem pontas desfiadas, sendo suuuuper alinhado. Me encaixo aqui, exceto pelo comprimento - o meu é um pouquinho abaixo dos ombros! :)

Para poder visualizar melhor, separei algumas fotos dos cortes.

Kim Kardashian | Kylie Jenner | Khloé Kardashian
Cara Delevingne | Lucy Hale

Jade Seba

O meu corte pode ser estilizado de várias formas. Tem dias que uso ele cacheado, em outros deixo liso, as vezes faço trança, half bun e por aí vai!

Desde que a influencer Nah Cardoso adotou o cabelo curto, me apaixonei pela forma com que ela deixa os cachos, eles ficam mais "jogados". Perguntei para a minha cabeleireira como fugir do cabelo de primeira comunhão hahahaha, ou seja, aqueles cachos beeeem de boneca e ela me deu uma dica valiosíssima.

Anota aí também: Fazer os cachos com a chapinha e não enrolar as pontas, deixar uma parte delas para fora, para que elas fiquem bem retas. Se liga no resultado!


Outra dica: Fazer o babyliss e depois passar os dedos, como se estivesse penteando. Isso vai ajudar a soltar os cachos e deixar o hair com uma cara mais natural.

Vocês gostam desse assunto? Quero falar mais sobre isso aqui no blog! :)

Ah! Me conta aí se você teria coragem de adotar alguma dessas tendências e as loucuras capilares que você já fez.

Recado dado, dicas dadas.. Beijo, fui!

0 comentários:

Postar um comentário

 
ana lu fernandes - 2016 // voltar para o topo // design + código gbml