9.1.18

Revista Hashtag

Oi, gente!

Que saudade que eu estava do meu cantinho! <3

Muitas coisas aconteceram nos últimos meses e, infelizmente, tive que me afastar daqui. Uma das principais razões foi ter passado um longo semestre produzindo uma revista digital para apresentar como TCC. Mas, o bom filho à casa torna e eu estou de volta. Hoje vim compartilhar um pouco dessa experiência com vocês.

Se você acompanha o blog, certamente sabe que curso Jornalismo. Eu sempre gostei de escrever, desde pequena. Ao começar a faculdade, em 2014, fui encorajada por uma professora a criar um blog e foi então que criei o Blog da Ana Lu para compartilhar dicas variadas e falar sobre temas que gosto como moda, beleza, viagem e música. O que me fascina no Jornalismo é poder compartilhar histórias, informar e entreter pessoas. Um dos meus sonhos profissionais é trabalhar na revista Capricho, da editora Abril, justamente por gostar de falar sobre assuntos voltados a um público jovem. Me julguem! Hahaha.

Com a chegada do trabalho final da disciplina Produção de Projetos Jornalísticos várias dúvidas surgiram. Deveria fazer um blog já que tenho experiência neste formato? Não! Para mim, era de alguma forma cômodo criar um blog. Eu queria tentar algo diferente, mas queria poder escrever. Então, juntei o prazer em escrever com o sonho de trabalhar em uma revista e assim “nasceu” a Hashtag.


Após decidir o formato do trabalho, outra dúvida: o tema. Eu queria fazer sobre um assunto que eu gosto, isso era um fato. Depois de muito pensar, decidi falar sobre os influenciadores digitais, assunto que vêm ganhando notoriedade na mídia e que, de certa forma, é o meio no qual estou inserida. São pessoas que através de vídeos e posts conquistam uma legião de fãs e com cliques, vão além da web para estantes de livrarias, capas de revista, televisão e cinema. Selecionei a dedo pessoas que admiro profissionalmente e contei a história de cada um. Na primeira edição escolhi influenciadores catarinenses, tanto youtubers quanto blogueiras. 

Dificuldades

A maior dificuldade não foi escrever, como eu achei que seria. A maior dificuldade foi não ser levada a sério por pessoas que eu acompanhava e admirava. Nem todo mundo respondia os e-mails, alguns marcavam as entrevistas e em cima da hora cancelavam, não me mandavam as respostas.. e por aí vai. Ao longo do processo, precisei desistir de algumas pessoas, mas acabei conhecendo outras. Então, a maior dificuldade foi essa, enxergarem como um simples trabalho de faculdade, sendo que para mim foi de fato criar uma revista.


A REVISTA

Quem deu vida à Hashtag foi a designer Bianca Justiniano. Eu falei para ela do que eu gostava, mostrei referências, falei sobre as cores e o estilo e ela simplesmente captou a ideia. O mais legal é que eu consigo me ver na revista. É, de fato, o que eu sempre sonhei.


As matérias

A revista é composta por sete matérias. A primeira se chama “Os blogs e o consumo” e trata-se de uma pesquisa online realizada por mim durante os meses de agosto e setembro, a fim de coletar dados para esclarecer a influência dos blogs no consumo. Duzentas pessoas de diferentes partes do Brasil, de 14 a 63 anos, responderam a 18 perguntas sobre o tema e os próprios hábitos.

A segunda matéria segue a linha da primeira e é como uma introdução do assunto central da revista. Nela podemos ver dados sobre blogs e entender melhor o poder que os jovens donos de blogs têm de conquistar milhões de seguidores ao compartilharem o que vestem, usam e ouvem. É fato que eles influenciam diretamente no consumo e revolucionaram a forma como as informações são consumidas na web. Diante disso, contei a história da empresa Unhas by Vanessa Mello, localizada no bairro Estreito, na Grande Florianópolis, e é um exemplo de marca que investe somente em divulgação no meio digital através de blogueiras e influenciadoras. Atualmente ela trabalha comigo e com a blogueira Luma Paganella.

A matéria seguinte fala sobre a adolescente Ana Lia Carneiro Bettiol, que com 11 anos criou o blog Poderosa de Rosa como um refúgio para publicar coisas que gostava já que sofria bullying na escola. Hoje, aos 15, é considerada referência teen em Santa Catarina e o que começou como um hobby, hoje é fonte de renda da jovem. O sucesso do Poderosa de Rosa proporcionou à Ana Lia realizações de sonhos como fazer parte da Galera Capricho, da revista Capricho, e foi convidada pela marca de roupas Coca Cola Jeans para ser correspondente no festival LollaPalooza, em São Paulo.

A matéria principal chamada de “O blog como profissão” conta a história de Aline Callai, Amanda Sasso, Flávia Desgranges e Jana Motta, que largaram as respectivas profissões para viver da internet. As jovens chamam atenção de grandes marcas devido aos conteúdos destinados a mulheres entre 18 e 40 anos. Na matéria, elas explicam como criaram os blogs, a forma como trabalham, o que já conquistaram, entre outros. 

A revista também traz a história do youtuber popularmente conhecido como Luba. O jovem possui dois canais no Youtube, o Luba TV e o LubaTV Games. Ao total são 6 milhões de inscrições nos canais e mais milhões nas demais redes. Nestes números Luba viu a possibilidade de realizar o sonho de criar um projeto social, o Amazing Project, que visa tornar a sociedade mais engajada em ajudar o próximo e atua na área da saúde, tanto em benefício individual quanto coletivo. O projeto ajuda pessoas físicas e jurídicas, de Santa Catarina e de outros Estados do Brasil.

O que mais me chamou atenção foi ele usar a influência para ajudar pessoas. Além de arrecadar doações financeiras, ele arrecada materiais de higiene, por exemplo, entre outras coisas. Lucas considera que a ajuda não precisa ser apenas financeira, nas redes sociais frisa a importância da divulgação para que as histórias sejam espalhadas e o projeto cada vez mais reconhecido. Além de Luba, entrevistei via internet o Vinicius, o primeiro beneficiado com o projeto.

Para finalizar a revista, uma lista com dez youtubers catarinenses que possuem milhares de inscritos nos canais do Youtube e são conhecidos nacionalmente.

Vocês podem ler a revista Hashtag AQUI.

Estou absurdamente feliz e realizada com o resultado de meses de trabalho e mais feliz ainda de vir compartilhar com vocês. O que vocês acharam? Me contem nos comentários!

Beijo!

0 comentários:

Postar um comentário

 
ana lu fernandes - 2016 // voltar para o topo // design + código gbml